quinta-feira, 28 de julho de 2011

Sinto muito...




Imagem by Internet







Ainda sinto teu toque, teu cheiro na minha pele. Sinto o gosto da sua boca e a tua volúpia devorando meus sentidos. Sinto o calor do teu corpo e a suavidade do nosso encaixe mesmo quando sedentos de paixão. Sinto meu coração disparar todas as vezes que lembro da ternura do seu olhar. 

Dos sentimentos todos que ainda sinto, o que mais sinto é não poder te amar...

Giu







Um comentário:

  1. Amar não depende do próximo.

    Há quereres que só podem ser recíprocos.

    ResponderExcluir