quinta-feira, 30 de setembro de 2010

O quati e o amor


Imagem by Traquinagem da Jaku






Lendo Clarice, sempre ela, aquela que sabia com maestria, despertar em nós tantas reflexões e entendimentos sobre as miudezas do cotidiano e dos voos da alma. Estou falando especificamente da crônica amor, na qual ela divaga sobre um homem que trazia pela coleira o seu cachorro. Na verdade, um quati que acreditava ser cachorro.

O mesmo acontece com alguns sentimentos, como o amor, que pensa que é amor mas não passa de cansaço. É mais fácil acreditar no que queremos acreditar do que aceitar a realidade, e, parafraseando Clarice, cabe a cada um de nós reconhecer o martírio de quem está protegendo um sonho e tentar compreender.

O homem jamais dirá ao quati que ele não é um cachorro, para não correr o risco de perdê-lo para sempre. Assim são algumas pessoas, jamais irão admitir que o amor não é mais amor, mas cansaço, porque teriam que encarar a verdade de frente e ter coragem de seguir em frente.

"Mas por dentro não há como a verdade deixar de existir" (Clarice Lispector)

E assim seguia o homem da crônica da Clarice, como seguem tantas pessoas, puxando um quati pela coleira pensando que é um cachorro, confundindo cançaso com amor.

Capturar a essência de Clarice é muito difícil. Tentar dividir com os outros quase uma insanidade. Caso você não tenha entendido nada do que eu tentei dizer, vá e beba Clarice direto da fonte, só assim você entenderá do que e sobre o que estou divagando.

Como eu disse uma vez, Clarice Lispector junto com Adélia Prado e Hilda Hislt são as três marias da nossa literatura. No entanto, só Clarice me faz divagar além dos sentidos, sempre...


by Giu




"Os sentimentos são sempre uma surpresa. Nunca foram uma caridade mendigada, uma compaixão ou um favor concedido..." (Clarice Lispector)




quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Coisas da vida



Imagem by Internet







Ele quis lhe contar seus sonhos, seus planos, sua vida.

Mas ela não estava mais ali.
O tempo da crisálida não existia mais.
Lentamente, com uma dor que quase a paralisara, ela finalmente havia batido as asas e partido...

by Giu





COISAS DA VIDA - Rita Lee

Quando a lua apareceu
Ninguém sonhava mais do que eu
Já era tarde

video

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Seu bem...


Imagem by Internet





Em que boca sacia sua sede?
Em que corpo arde seu desejo?
Em que braços repousa seu cansaço?

(Em nada, lugar algum, nem ninguém)

SOMENTE EU SOU SEU BEM.

by Giu






segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Cosme e Damião




Imagem by Internet





Salve Cosme e Damião!!!

Símbolos da pureza, da felicidade e da alegria de viver.

Que as suas bençãos e proteção envolva todas as crianças, tanto as pequenas quanto aquelas que, já "crescidas", conservam a criança dentro de si.

Paz, amor e muito axé...

Beijos, da Jaku





Cansei...



Imagem by Internet





Cansei de pensar em você, tentar entender tuas dúvidas, teus medos. Cansei de ser a pessoa que me tornei, contando horas, minutos, migalhas. Cansei de estar só, de ficar sem o seu abraço quando a solidão rondava, sem o seu colo quando o medo se manifestava, sem o seu afeto quando a carência chegava, sem os seus beijos quando a saudade apertava. Cansei de pensar que poderia ser diferente. Simplesmente, CANSEI...


by Giu





“Depois de cada momento de fraqueza, meu coração prepara, em silêncio, uma nova fornada de coragem. Às vezes cansa, sim, mas combinamos não desistir da força que verdadeiramente nos move.”

(Ana Jácomo)





domingo, 26 de setembro de 2010

Amor no olhar



Imagem by Internet






O amor no olhar faz com que as emoções fiquem tatuadas na alma, como se fosse possível parar o tempo, no exato momento, em que os olhos fazem a eternidade caber em um instante...

(Dentro do amor no olhar)

by Giu






sábado, 25 de setembro de 2010

VER(de) a(MAR)




Imagem by Trakinagem da Jaku







Ele sorriu pra mim com aqueles olhos da cor do mar. Não pude resistir, mergulhei naquele olhar...


by Giu





sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Rendas e Cetim




Imagem by Trakinagem da Jaku






Presságio do FIM



Imagem by Internet






Entreguei-me
Ao sabor dos ventos.

(Uma desistência velada)

A incapacidade da espera
A angústia das mãos atadas
Um grande amor perdendo-se
Sem que eu possa fazer nada.


by Giu





"Não quero saber de medo, paciência, tempo que vai chegar. Não negue, apareça. Seja forte. Porque é preciso coragem para se arriscar num futuro incerto. Não posso esperar. Tenho tudo pronto dentro de mim e uma alma que só sabe viver presentes. Sem esperas, sem amarras, sem receios, sem cobertas, sem sentido, sem passados. É preciso que você venha nesse exato momento. Abandone os antes. Chame do que quiser. Mas venha. Quero dividir meus erros, loucuras, beijos, chocolates... Apague minhas interrogações. Por que estamos tão perto e tão longe?"


(Caio F. Abreu)






quinta-feira, 23 de setembro de 2010

O BILHETE



Imagem by Mariana Salvador





Sem palavras, só sei que ele fez pra mim...





"Ao acordar te observo quieta, serena
Sua pele suave e tranquila tem um leve arrepio do vento fresco que entra pela janela
O sol que nela reflete acentua a cor do seu bronzeado, seus pêlos dourados
As curvas são sinuosas, perigosas, mas incríveis de se observar, imaginar, tocar
Seus cachos loiros tem um brilho único, um cheiro que me lembra o mais belo amanhacer
Passo os dedos por entre eles e deslizam, como faço ao tocar seu corpo e sentí-lo
Seus olhos fechados fico imaginando por onde andarão seus sonhos?
Sua boca quieta, alí como se estivesse aguardando um beijo meu
E eu?
Eu apenas a observá-la, cuidando, velando seu sono, esperando você me dar a chance de te amar!

Ass: o Amor."


by Salum H.




quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Sobre os medos que devoram...



Imagem by Internet





Ele: - Você vê?

Eu: - O que?

Ele: - O mundo grande e feliz ali na frente.

Eu: - Vejo, só não entendo como você está lá. Seus medos são tantos que pensei que você não existisse mais, que havia sido devorado por todos eles.


by Giu



terça-feira, 21 de setembro de 2010

Para alguém muito especial...


Imagem by Traquinagem da Sayô





Quero te dar colo, afugentar suas mágoas, espantar as tristezas no aconchego do carinho, da ternura, da amizade de verdade. Quero te fazer acreditar e assim convencer-me também, que apesar de tantos desencontros e desencantos, o amor é bom, porque é através dele que percebemos o nosso melhor.

Percebemos que temos a pureza de sentimento, a coragem da entrega, doar-se sem mentiras, mostrar-se com todos os nossos medos, desejos, vontades. Dane-se se o outro não sabe receber o amor, não sabe vivê-lo em toda a sua grandeza, beleza e fragilidade, terá a infelicidade morando na alma por toda a eternidade.

Todos os caminhos levam ao mesmo fim. Na vida há só o caminho e a felicidade é um desses caminhos. Compete somente a nós escolher como e com quem caminhar. Eu moro no caminho da felicidade.*

Nós moramos no caminho da felicidade e é chegado o momento de voar, florir, sorrir, amar...



by Giu



"O impulso para amar, para encontrar, conhecer e mergulhar no outro, é o que nos traz para perto da vida."
(Ana Jácomo)




segunda-feira, 20 de setembro de 2010

20 DE SETEMBRO - DIA DO GAÚCHO


Imagem by Trakinagem da Jaku





Porto Alegre, a minha gauchinha bem querer, que aprendi a amar.

Tantos amigos por lá deixei e que moram para sempre no meu coração.

Esse vídeo eu peguei do Blog M.M.Soriano, vale à pena visitar
http://yohoy.blogspot.com/





GAUCHINHA BEM QUERER - Kleiton e Kledir

Rio Grande do Sul
Vou-me embora sem amor
Vou-me embora do Rio Grande
Vou tão só com a minha dor

Levarei a lembrança comigo
De um amor que de olhares nasceu
De um amor que depressa floriu
Mas tão cedo morreu

Rio Grande do sul
Eu um dia voltarei
Prá rever o meu Guaíba
Prá rever meu bem-querer

E depois se ela ainda quiser
Só nós dois a sonhar e a sorrir
Rio Grande do Sul
Vou chorar ao partir

Levarei a lembrança comigo
De um amor que de olhares nasceu
De um amor que depressa floriu
Mas tão cedo morreu

Rio Grande do sul
Eu um dia voltarei
Prá rever o meu Guaíba
Prá rever meu bem-querer

E depois se ela ainda quiser
Só nós dois a sonhar .....
Rio Grande do Sul
Vou chorar ao partir




video

Vem me pegar...



Imagem by Trakinagem da Jaku




LATENTE



Imagem by Internet








ALUCINADA



MENTE.



NADA



SENTE.



MENTE.



(saudade)



LATENTE.



by Giu



domingo, 19 de setembro de 2010

A felicidade



Imagem by Internet








A felicidade exige dois pares de olhos tranquilos, dois pares de mãos que brincam, duas vozes que sussurram: EU AMO TE AMAR...


by Giu






"Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe, Braço que envolve,
Palavra que conforta, Silêncio que respeita,
Alegria que contagia, Lágrima que corre,
Olhar que acaricia, Desejo que sacia,
Amor que promove."

(Cora Coralina)







sábado, 18 de setembro de 2010

Just relax...



Imagem by Internet





JUST RELAX...

(ou não)




video

O melhor de mim...


Imagem by Internet




Eu sei que vou morrer quantas vezes for preciso, mas não mudo em nada minha capacidade de acreditar. Esta é a minha força, minha essência. Alterá-la sim, seria a morte, não sei viver sem o melhor de mim...


by Giu




"Venha, não tenha medo. É só o mar. Não, eu não sei nadar. Eu te ajudo, vem. Confia, vem. Estica a perna assim, abre o braço assim. Respira assim. Vem. Mas eu não sei. Mas eu tô aqui. Olhe meus olhos tão arregalados, como posso guardar mentira aqui? Eu posso cantar pra você, eu posso te segurar, eu posso ficar aqui até você conseguir. Eu não sei. Tá perto. Vai. Solta da borda. Eu sei, você já foi parar no fundo. Mas agora é diferente. Tá mais raso. E eu tô aqui. Eu vim do outro lado do oceano. Eu vim só por sua causa. Vem, larga da borda. Pode vir. Eu vi você como você é e é por isso que estou aqui. Confia. Não sei. Pode vir. Não tem mais ninguém. A borda é para os peixes pequenos. Solta, isso, relaxa a cabeça no meu peito. Não tem fundo mas eu te ajudo a flutuar. Você pode. Calma. Afoga um pouco no começo, cansa, desespera. Mas você quer como eu quero? Quero. Então eu te ajudo. Vem. Isso. Segura em mim. Paz. Azul. Agora, você está quase conseguindo. Falta só metade. Você está quase chegando, mas eu vou decepar a sua cabeça pra usar de bóia. Eu também não sei nadar."


(Tati Bernardes)


sexta-feira, 17 de setembro de 2010

I.H. - Invenção Humana

Imagem by Internet





Adoro tudo o que a Rô escreve. Compartilho com vocês o cantinho da Rô aqui no mundo virtual, FRAGMENTOS DE UM DISCURSO AMOROSO

Vou tomar a liberdade de criar uma INVENÇÃO HUMANA, I.H. da JAKUTINGA - Tem gente que vale a pena a gente saber que existe.

Você é uma delas Rô...

Beijos da Jaku



UMA SÉRIE DE AFORISMOS DES/PRETENSIOSOS, by Rosaura Soligo.


Invenção Humana - I.H. 1: Tem gente que passa a vida escondendo quem é. E quase consegue.

IH 4: Tem gente que desempenha papéis tão diferentes, a depender da situação, que com o passar do tempo não se reconhece mais em nenhum. Daí desconfia de elogios, opiniões, atitudes e até mesmo do amor das pessoas.

IH 5: Tem gente, que nem o Manoel de Barros (e eu também), que tem gosto por desver o mundo.

IH7: Tem gente que finge tão completamente que inventa realidades e fica tudo real no final das contas.

IH 8: Tem gente que tem tanto medo, tanto medo, que fica valente só pra sobreviver.

IH 11: Tem gente, como o Affonso Romano de Sant'Anna, que acha que cada qual deve ter um jeito de deflagrar sua luz aprisionada.

IH 14: Tem gente que não sabe o que quer, tem gente que sabe mas não tem o que quer e tem gente que tem tudo mas não sabe nada...

IH 23: Tem gente que tem jeito. Tem gente que não tem.

IH 27: Tem gente que quando está na fila do check in (ou em outra fila quilométrica) pensa sempre a mesma coisa: O que é que essa gente tá fazendo aquiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii?!

IH 28: Tem gente que quando recebe carta de amor chora.

IH 31: Tem gente, que nem o Manoel de Barros, que diz que é possível sustentar com as palavras o silêncio do próprio abandono.

IH 39: Tem gente que tem vontade de descansar balançando na rede e tomando água de coco e olhando o mar e sentindo a brisa e pensando na vida (na parte bem boa da vida né...). Só isso.

IH 52: Tem gente que gosta do outro com tudo que o outro é, tem gente que gosta do outro apesar de tudo que o outro é e tem gente que gosta do outro justo por causa de tudo que o outro é.

IH 55: Tem gente que acha que há sentimentos que nos atravessam tão completamente que atingem nosso olhar por toda a vida (Manoel de Barros). O amor pode ser um sentimento assim, se for de verdade. O que é isso? Bem... amor de verdade deve ser o que mobiliza o nosso melhor e o melhor do outro. Se nos fizer piores ou nada acrescentar não deve ser amor, me parece. Ou seria? Seriaaaaa?

E, por fim, uma receitinha antiga já, para os que precisam de mais tempo e não resolvem a equação: Rezar religiosamente esta "prece" do filósofo Jorge Larrosa e ouvir com muuuuuita atenção a canção ‘Paciência’, do Lenine, pelo menos três vezes ao dia:


"Parar para pensar,
Parar para olhar,
Parar para escutar,
Pensar mais devagar,
Olhar mais devagar,
Escutar mais devagar,
Parar para sentir,
Sentir mais devagar,
Demorar-se nos detalhes,
Suspender a opinião,
Suspender o juízo,
Suspender a vontade,
Suspender o automatismo da ação,
Cultivar a atenção e a delicadeza,
Abrir os olhos e os ouvidos,
Falar sobre o que nos acontece,
Aprender a lentidão,
Escutar aos outros,
Cultivar a arte do encontro,
Calar muito,
Ter paciência
E dar-se tempo e espaço."




PACIÊNCIA - Lenine

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
A vida não para...

video

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Contos sem fadas



Imagem by Internet




Como estamos no mundo das metáforas, fantasias e analogias. Não resisti! Mais uma DELÍCIA sequestrada.



"Era uma vez uma menina delicada que preferia o bandido ao mocinho.

O príncipe vivia preocupado com o topete enquanto cavalgava no cavalo branco. Já o bandido, não estava nem aí e saía em disparada no cavalo mais veloz que pudesse encontrar.

O mocinho era babão e enfadonho, e só a fazia feliz no final. Ela queria ser feliz agora... No máximo daqui a pouquinho.

Queria emoção, reboliço, estardalhaço. E o príncipe...combinava com pasmaceira.

Por isso gostava do bandido: ele deixava a barba por fazer, arranhava. Usava palavras lascivas, não fazia questão de agradar.

Tanto fez que um dia conquistou o mau elemento.

Apaixonado, o bandido já não usava os modos costumeiros. Trazia flores, escrevia poesia rimada, usava gel.

A mocinha agora o tinha nas mãos.

Incorfomada, roubou o primeiro cavalo que conseguiu encontrar. Despreocupada com o penteado, fugiu sem olhar para trás."


by Flah Queiroz




Texto sequestrado da CONFRARIA DOS TROUXAS http://confrariadostrouxas.blogspot.com/2010/09/conto-sem-fadas.html



JACUTINGA & JAKUTINGA



Imagem by Báu das Jaku's





Um dia ainda vou contar "COMO NASCERAM AS JAKUTINGAS", mas posso garantir, nos divertimos pacas com tudo isso e damos muitas gargalhadas...(rsssss)


"Tem uma teoria de emoções que diz que a gente fica alegre porque ri." (Clarice Lispector)


Beijos, Giu




A Jacutinga (Pipile jacutinga), é uma ave da família dos cracídeos de ocorrência na Mata Atlântica no Brasil, mede cerca de 75 cm, alimenta-se de frutos e alguns invertebrados; sendo até as décadas de 1950 e 1960, relativamente comum nesse habitat. O desmatamento e a caça predatória, reduziram drasticamente as suas populações, sendo atualmente uma espécie em via de extinção. Diversos programas de reprodução em cativeiro têm sido bem sucedidos, com a reintrodução sistemática dessas aves na natureza. Essa ave efetua migrações altitudinais, acompanhando a frutificação de diversas árvores da floresta, principalmente as dos palmiteiros; sendo que, a exploração predatória dessa palmeira, cujos frutos são um dos principais alimentos da Jacutinga, também tem contribuido para a sua decadência populacional.

As JaKutingas são seres humanos do sexo feminino, animal bípede da ordem dos primatas pertencente à subespécie Homo sapiens sapiens. Menina é termo usual para uma criança humana do sexo feminino e o termo moças para uma fêmea humana adolescente ou jovem adulta, termos que não se encaixam definitivamente às JaKutingas, nem menina nem moça. O termo Mulher, seria o mais indicado para as JaKutingas com inicial maiúscula e o K, são comuns no meio urbano e no rural também, onde se sentem bem à vontade, sendo que algumas da espécie são assumidamente URBANAS. O desmatamento não atinge muito esta espécie e nem a caça, afinal elas é que são as caçadoras. Quanto à reprodução, são totalmente independentes, as que já se reproduziram juraram não quererem mais, querem o MACHO apenas para usufruto vitalício, uma semelhanças com as Jacutingas com C é o gosto pelo "PALmiteiro".

São guerreiras, independentes, saem em bandos mas quando avistam a presa se dispersam, são muito bonitas, atrativas, seduzem as presas com sua beleza e jeito frágil, mas são vorazes e matadouras.

Ao avistar uma Jacutinga, prepare sua câmera e fotografe, se avistar uma JaKutinga, pense bem, e sai correndo ou se atire ao bel prazer! Eu conheço, quem avisa amigo é, rsrsrs...


by H.Salum



*Texto sequestrado do Blog do Camaleão
http://ocamaleaosalum.blogspot.com/?zx=65863620e2cfacc3




SUPER-MULHER - Ana Cañas

Super-Mulher
Super-Mulher
É de capa voadora
Domadora de Leões



video


quarta-feira, 15 de setembro de 2010

O próximo


Imagem by Trakinagem da Jaku





O melhor de acabar um relacionamento é poder viver outro.

Para quem é livre, como eu, há sempre a possibilidade do novo, com todas as delícias do começo.

E como é maravilhoso estar vivendo esse momento.

O frio na espinha, a conquista pouco a pouco, experimentar o beijo em todas suas nuances, explorar a pele tentando gravar através dos olhos e do tato cada detalhe.
Não tem coisa mais gostosa que não saber qual é a próxima atitude do outro.
Viver um roteiro que não foi escrito ainda, inédito.
Um amor novo te surpreende, levanta seus braços, segurando seus pulsos em uma só mão e com firmeza sussurra: "Vou te prender assim e você vai me deixar fazer o que eu quiser".
Alguém duvida que eu não tenha resistido?

Pois se estava solta neste mundo é exatamente para ouvir essa voz deliciosa de prisão.

Não te prendas ao passado. É bíblico: "amai ao próximo".


by X*



*Alguém que prefere o anonimato.




terça-feira, 14 de setembro de 2010

Renascer


Imagem by Internet




Deixa a chuva chover, deixa a vida viver...

A chuva traz consigo a esperança do renascer, florir afetos, plantar ternuras para só assim poder colher alegrias.

A chuva lava a alma e devolve o brilho no olhar, o acreditar nas belezas da vida, a leveza do doce caminhar, de acreditar novamente nos seus sonhos e a certeza de que o maior pecado do mundo é ser infeliz.

Depois que a chuva se vai, o sol chega mais forte, iluminado. É tempo de luz, momento de abrir as janelas da alma e abandonar no tempo as tristezas, amarguras, desafetos, desilusões e renascer.

Eu renasci...


by Giu




“O tempo passa. O fôlego retorna. Parece milagre, mas as sementes de cura começam a florescer nos mesmos jardins onde parecia que nenhuma outra flor brotaria. A alma é sábia: enquanto achamos que só existe dor, ela trabalha, em silêncio, para tecer o momento novo. E ele chega.”

(Ana Jacomo)





segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Ilusão


Imagem by Trakinagem da Jaku





PRESENTE, de grego?



Imagem by Internet




Você decide que para sempre será dona do seu destino, e não permitirá que ninguém toque de novo a sua alma. No entanto, um belo dia, alguém entra na sua vida, acaricia seus medos, aniquila suas resistências, ocupa todos os espaços e te faz acreditar que o amor é um presente.

Você cuida desse presente como um cristal delicado, com mãos de afeto, para que ele permaneça inteiro, límpido, verdadeiro. De repente, você começa a perceber que ele mudou de cor, já não parece tão real, alguns riscos começam a ofuscar seu brilho.

Você percebe que foi desmoronando tudo o que você construiu com tanto cuidado, desejou com tanta ternura. É chegado o momento de destruir os escombros, para que você possa voltar à tona, à superfície e pisar firme com os dois pés no chão da realidade, para poder novamente bater asas e voar.

Você sabe que um novo encontro te espera, uma nova história, um novo amor, e "que seja doce".


by Giu




“Não importa o quanto às vezes seja difícil, o quanto às vezes eu me atrapalhe, o quanto às vezes eu seja a densa nuvem que esconde o meu próprio sol, quantas vezes seja preciso recomeçar: combinei comigo não desistir de mim”.

(Ana Jacomo)



domingo, 12 de setembro de 2010

Quando a alma é tocada


Imagem by Trakinagem da Jaku







Tudo que nos tocou a alma com amor, vai de alguma maneira, para sempre existir dentro de nós...

by Giu






PRA VOCÊ GUARDEI O AMOR - Nando Reis

Pra você guardei o amor
Que sempre quis mostrar
O amor que vive em mim vem visitar
Sorrir, vem colorir solar
Vem esquentar
E permitir


video

sábado, 11 de setembro de 2010

Ternura


Imagem by Internet





"Resta, acima de tudo, essa capacidade de ternura (...) Resta esse constante esforço para caminhar dentro do labirinto, esse eterno levantar-se depois de cada queda, essa busca de equilíbrio no fio da navalha, essa terrível coragem diante do grande medo, e esse medo infantil de ter pequenas coragens."

(Vinícius de Moraes)





Marxista no amor


Imagem by Internet






Virei marxista no amor
Uma revolução.

Totalmente dialética
Tudo é processo, tudo é movimento.

Captar a essência sob a aparência
Antes de usar a força do amor.

(E ter um exército de reserva)



by Giu



PS.: Sabedoria do "Véio" aplicada ao amor (rsrs).





sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Segredos da alma


Imagem by Trakinagem da Jaku




- Repousar a cabeça no ombro do homem que eu amo.

Ela me disse, quase num murmúrio, quase silenciando. No fundo ela sabia, os segredos da alma não devem ser revelados, nos deixam vulneráveis demais...


by Giu




quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Wonder Woman


Imagem by Internet






Minha fragilidade insiste em usar uma fantasia.
E essa sua teimosia, é que muitas vezes,
Me faz despedaçar...

by Giu





"Eu sou essa gente que se dói inteira porque não vive só na superfície das coisas..."

(Marla de Queiroz)





SÓ PRO MEU PRAZER - Leoni

Eu tiro a roupa pra você
Minha maior ficção de amor...


video

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Quando o amor vem à tona


Imagem by Internet




Quero compartilhar com vocês esse texto da Ana Jácomo, que além de maravilhoso, tocou-me de maneira muito forte.

Porque o amor assusta, me assustou e talvez continue assustando por toda a minha vida. No entanto, apesar de tantos desencantos e desencontros, é bom saber que é o amor, e só ele, que pode nos fazer florir.

Aconchegou-me o coração...

by Giu




"Talvez o que mais nos assuste quando o amor vem à tona seja essa habilidade que ele tem para revelar os nossos medos todos. As nossas belezas. As nossas feiuras. As nossas sementes que puderam florescer com viço. As nossas sementes que não conseguiram dizer suas flores. As nossas sementes que temem florir. Talvez o que mais nos assuste quando o amor vem à tona seja essa habilidade que ele tem para revelar as nossas borboletas que souberam se desvencilhar dos casulos. As nossas crisálidas apavoradas por se saber com asas, embora sonhem, encantadas, com o néctar da vida. As nossas feras vorazes e ressentidas. Talvez o que mais nos assuste quando o amor vem à tona seja essa habilidade que ele tem para revelar os nossos avanços. A nossa estagnação. Os nossos fracassos. As nossas vergonhas. As nossas vaidades. A nossa arrogância, que muitas vezes não é outra coisa senão um disfarce que o embaraço usa para esconder o conflito por sentirmos tanto afeto sem saber direito como expressá-lo. Como fazê-lo circular.

(...) O amor nos desnuda a alma, nós que muitas vezes, ao longo da vida, nos enchemos de peças de roupa de tudo o que é tipo, físicas ou sutis, óbvias ou disfarçadas, para tentar escondê-la. Saber a própria alma nua e não ter jeito de tapar-lhe as partes íntimas, de inibir sua exibição, de pedir-lhe modos, é um desconforto dos grandes para quem se acostumou a viver pequeno por parecer mais cômodo, sem arredar os movimentos do território áspero do ilusório controle. É um desconforto dos grandes para quem se acostumou a tratar a emoção com recato, sob o custo de amordaçar a alegria fluida do tambor do prazer. Essa que ressoa, sempre, mesmo que aparentemente silenciosa, no nosso coração. O amor chega e abre as janelas, escancara as portas todas, rasga o tecido frágil das redomas que criamos para nos proteger, a gente se assusta. Olhando de perto ou de longe, não é sem razão.

(...) Que perspicácia da vida, meu Deus, isso de fazer as pessoas se encontrarem por meio do amor, que, quando vem à tona, latente que pulsa a maior parte do tempo, remexe em tudo, esvazia falsas verdades, inaugura saberes e sabores, bagunça o coreto todinho, faz a gente olhar para a própria nudez. E começar a gostar dela. A respeitá-la.

A princípio, quando o amor vem à tona, a gente acha que precisa se entender com o outro, sobretudo. Não é verdade, o chamado principal é de outra natureza. Com o outro, se a fluência permitir dos dois lados, pode acontecer um encontro lindo, real e imperfeito, como todos, e é claro que a gente torce por isso. Pode não acontecer também, às vezes o tempo de duas pessoas, por mais que se gostem, não coincide para o desafio bom da vivência mútua do afeto. Mas, o amor pelo outro é, principalmente, esse espelhamento: no fundo, quando vem à tona, o chamado é para nos entendermos com nós mesmos. Com a nossa história. Com as nossas sementes. As nossas flores. As nossas borboletas. As nossas feras. As nossas feridas. As nossas luzes. As nossas sombras. A nossa alma.

(...) O amor, sendo divino pelo seu caráter criativo e transformador, é também o que de mais humano existe. No amor, com todas as minhas singularidades, eu me irmano com toda gente. E reconheço que, embora não saibamos muito bem o que fazer com a essência desse lume, com tudo o que dispõe e possibilita, ele clareia os caminhos e nos faz avançar, nos ajuda a ser mais parecidos com nós mesmos. Mais inteiros. Mais espontâneos. Mais livres. Mais generosos. Embora não saibamos muito bem o que fazer com o amor, ele sabe o que faz com a gente. Ninguém, arrisco, permanece igual depois da diferença de um encontro de amor. Alguns se acovardam tanto, que às vezes parece que é pra sempre. Outros, passam a ter mais coragem, ainda que com todo o medo. Mas, pra gente viver não é preciso mesmo não ter medo. É preciso, apesar dos medos todos, ter valentia para ser e sentir, essa capacidade que o amor, habilidoso, consegue burilar com toda a calma do mundo em nós."

(Ana Jácomo)




m(EU)


Imagem by Internet





TUA ALMA
TEU CORPO
E O TOQUE DA PONTA DOS TEUS DEDOS

(meu desejo)

TUA ENTREGA
TEU FASCÍNIO
E O RISCO DE ENLOUQUECER DE PRAZER

(minha paixão)


TUA DOÇURA
TEU AFETO
E O OLHAR MAIS DOCE DA MINHA VIDA

(meu amor)


by Giu






terça-feira, 7 de setembro de 2010

Na luz dos olhos meus...







“(...) rir dos cárceres onde se prendeu
e levou um tempo imenso
pra descobrir que as chaves
estavam com você o tempo todo.”

(Ana Jácomo)





Ao vencedor



Imagem by Trakinagem da Jaku






segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Amar e ser amado...



Imagem by Internet




É compreender e ser compreendido antes mesmo de ser conhecido.

É reviver o olhar que encontrou respostas no desejo revelado.

É recordar com afeto o instante de entrega que foi acolhido.

É perceber e ser percebido antes mesmo de ser entendido.

É acolher e ser acolhido antes mesmo de ser querido.

É viver sem angústias, cobranças, culpas ou medo.

É ser feliz porque pode amar e é amado.


by Giu





''Sempre me restará amar. [...]
Amar não acaba.
É como se o mundo estivesse a minha espera.
E eu vou ao encontro do que me espera.''

(Alice Ruiz)







domingo, 5 de setembro de 2010

Alice Ruiz




Imagem by Trakinagem da Jaku






Fogo

Imagem by Internet





Ah! Menino,
Não brinca com fogo
Não me faz incendiar

(Posso te queimar)

by Giu





sábado, 4 de setembro de 2010

AM(ar)/A(mar)


Imagem by Internet






Para viver preciso do(AR) afetos.
Para viver preciso do(MAR) emoções.

Para viver preciso AM(ar)/A(mar)...

by Giu






sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Rima






Vou alterar meu telefone
Disfarçar meu codinome
Mudar meu sobrenome.


Vou usar vestido vermelho de cetim
O sapato que você deu pra mim
Pintar a boca de carmim.


Vou navegar outros mares
Arder em outros lugares
Saborear novos olhares.


E eu que quase nada sei de rima
Escrevo porque me anima
E me ajuda a te deletar!

by Giu






quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Giselle Zamboni



Imagem by Trakinagem da Jaku




Como você mesma sempre diz, TE SEQUESTREI...
Rá!

by Giu




O vermelho...

Imagem by Internet




Comprei um vestido vermelho, lindo, sexy, bárbaro!

Confesso que é o primeiro vestido de festa vermelho que vou vestir, e por ser o primeiro, fez-me refletir. Por que o primeiro? Por que é a cor do pecado? Por que só agora ouso cometer esse pecado?

A verdade é que chega determinado momento da nossa vida, na minha pelo menos, que podemos nos permitir realizar todos os desejos, vontades, ousadias. Momento em que não nos importamos mais com as opiniões dos outros, da multidão. Momento de preocupar-se somente com quem nos importa, interessa, faz diferença na nossa vida, amamos e nos faz feliz.

No Japão, quando um homem faz 60 anos, ele compra um blazer vermelho, antes ele não pode usar essa cor porque ela é atributo dos deuses. Quem tem permissão para usar o vermelho, tem permissão para tudo, é a cor dos privilegiados. No Ocidente, vermelho é a cor do pecado, da luxúria, da paixão.

Será que inconscientemente descobri que posso e devo usar a cor do pecado? Porque hoje sei que não é o pecado ou o medo do pecado que nos traz sabedoria, que a luxúria na dose certa não faz mal à ninguém e que a paixão é o que nos mantém vivos.

Quando uma mulher descobre certas coisas, ela passa a conhecer de onde se extrai o destino...

by Giu




"Viver é mágico e inteiramente inexplicável."

(Clarice Lispector)







quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Timão


Imagem by Trakinagem da Jaku





Sou tua, te amo e nunca vou te deixar...


By Giu




Germinar


Imagem by Internet






Porque assim é o amor,
Mesmo em corações de pedra, ele insiste em germinar...

(Graças à Deus!!!)


by Giu





''Enfeite-se com margaridas e ternuras
e escove a alma com flores,
com leves fricções de esperança.
De alma escovada e coração acelerado,
saia do quintal de si mesmo
e descubra o próprio jardim..''

(Drummond)





SOL DE PRIMAVERA - Beto Guedes

Sol de primavera abre as janelas do meu peito
A lição sabemos de cor
Só nos resta aprender...

video