sábado, 8 de maio de 2010

Tango e Paixão


Imagem by Mariah Oliveira

Ao ver a cena com Jessica Biel e Colin Firth, dançando um tango no filme Easy Virtue (vídeo abaixo), pude compreender porque o tango é uma dança tão admirada, que ronda o imaginário de todos os apaixonados, dos amantes, enfim, de todos nós. O tango é uma dança sensual, extasiante, olhos nos olhos, insinuações, desejos, sintonia de alma e arrepios. Através do tango, somos transportados para o nosso imaginário, impregnado de volúpias, de paixão.

E este é o ponto, PAIXÃO.

O que é a vida sem paixão? Nada. Tudo aquilo que fazemos, seja amor, poesia, música, contar estrelas, catar conchinhas, ouvir estórias da Carochinha, sem paixão não dá, não existe, não tem o menor sentido. A vida sem paixão não é vida, não acontece, não pulsa, não vibra. Os dias simplesmente transcorrem, frugais, lentos, gélidos e banais.

É preciso desejar ardentemente, impregnar a sua essência naquilo que você toca, que você vive, que você deseja. É preciso ter PAIXÃO, ser PAIXÃO, sentir PAIXÃO...

PAIXÃO
De vez em quando
Deus me tira a poesia.
Olho pedra, vejo pedra mesmo.
O mundo, cheio de departamentos,
não é a bola bonita caminhando
solta no espaço.

(Adélia Prado)



video

Nenhum comentário:

Postar um comentário